quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Faça certo da primeira vez.



Bill Gates foi convidado por uma escola secundária para uma palestra. Chegou de helicóptero, tirou o papel do bolso onde havia escrito onze itens. Leu tudo em menos de 5 minutos, foi aplaudido por mais de 10 minutos sem parar, agradeceu e foi embora em seu helicóptero. O que estava escrito é muito interessante, leiam:

1. A vida não é fácil — acostume-se com isso.
2. O mundo não está preocupado com a sua auto-estima. O mundo espera que você faça alguma coisa útil por ele ANTES de sentir-se bem com você mesmo.
3. Você não ganhará $20.000 por mês assim que sair da escola. Você não será vice-presidente de uma empresa com carro e telefone à disposição antes que você tenha conseguido comprar seu próprio carro e telefone.
4. Se você acha seu professor rude, espere até ter um chefe. Ele não terá pena de você.
5. Vender jornal velho ou trabalhar durante as férias não está abaixo da sua posição social. Seus avós têm uma palavra diferente para isso: eles chamam de oportunidade. 
6. Se você fracassar, não é culpa de seus pais. Então não lamente seus erros, aprenda com eles.
7. Antes de você nascer, seus pais não eram tão críticos como agora. Eles só ficaram assim por pagar as suas contas, lavar suas roupas e ouvir você dizer que eles são “ridículos”. Então antes de salvar o planeta para a próxima geração querendo consertar os erros da geração dos seus pais, tente limpar seu próprio quarto. 
8. Sua escola pode ter eliminado a distinção entre vencedores e perdedores, mas a vida não é assim. Em algumas escolas você não repete mais de ano e tem quantas chances precisar até acertar. Isto não se parece com absolutamente NADA na vida real. Se pisar na bola, está despedido… RUA!!! Faça certo da primeira vez! 
9. A vida não é dividida em semestres. Você não terá sempre os verões livres e é pouco provável que outros empregados o ajudem a cumprir suas tarefas no fim de cada período. 
10. Televisão NÃO é vida real. Na vida real, as pessoas têm que deixar o barzinho ou a boate e ir trabalhar. 
11. Seja legal com os CDFs  (aqueles estudantes que os demais julgam que são uns babacas). Existe uma grande probabilidade de você vir a trabalhar PARA um deles."

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Mensagem para um Amigo.


Durante toda minha vida, muitas pessoas passaram por mim, dia após dia. Mas somente algumas dessas pessoas ficarão na minha memória. Essas pessoas são ditas como amigas e as levarei para sempre em meu coração, ás vezes pelo simples fato de terem cruzado o meu caminho, ás vezes pelo simples fato de terem dito uma única palavra de conforto quando precisei. Às vezes por ter me dado um minuto de sua atenção e me ouvido falar de minhas angústias, medos, vitórias e derrotas. Descobri essa irrefutável verdade ao perceber o quanto são raras essas preciosidades que chegam na vida da gente e se alojam em nosso coração e em nossa existência. Nesse domingo dia 12 de Janeiro de 2014, perdi o Duke, ele tinha apenas 3 anos de meio de idade, muito jovem, faleceu de infarto. De vez em quando escuto alguém me dizer: "Para com isso! É apenas um animal!." Essas pessoas não sabem do caminho percorrido, muitos dos meus melhores momentos me foram trazidos por ele. Muitas horas em minha vida, era preenchida pela sua companhia, ao meu lado em todos os momentos, em todos os meus passos. Às vezes sentia que ele precisava mais de mim do que eu dele, mas percebi ao longo desse tempo que eu estava vivendo em função dele, das suas necessidades, da sua companhia, da sua presença. A dor imensurável da sua perda. Muitas de minhas tristezas foram amenizadas por ele, naqueles dias mais sombrios, o toque gentil, o afago, as lambidas, aquele focinho gelado, me deram conforto e motivo para seguir em frente. E se você também é daqueles que pensam que ele é "apenas um animal", com certeza deve entender bem expressões como"apenas um amigo", "apenas um nascer de sol", "apenas uma promessa". "Apenas um animal" deu à minha vida a essência da amizade, da confiança, da pura e irrestrita felicidade. Tenho absoluta certeza que nesse breve período de vida, o Duke me fez uma pessoa melhor, me fez aflorar a compaixão e a paciência. Por causa dele, me levantava cedo, fazia as caminhadas e planos para o futuro. Passamos a virada do ano juntos, exatamente para que ele não ficasse sozinho e sofresse com os fogos de artifícios, desejamos com certeza um ano melhor para cada um de nós e mesmo assim veio a perda. Em minhas reflexões, ficava imaginando como seria para ambos, eu e o Duke, se houvesse uma perda, minha ou dele, como seria difícil, mas nunca imaginei que poderia ser tão duro suportar. "Apenas um animal" fez brotar o que há de bom em mim e dissolveu os pensamentos negativos e as preocupações do dia a dia. Espero que, algum dia, as pessoas entendam que não é "apenas um animal", mas a condição que me torna mais humano e me permite não ser "apenas um homem".

"Os ventos que as vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar...Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim, aprender a amar o que nos foi dado. Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre..."   Bob Marley

Em memória do meu amigo e companheiro.

Texto de autor desconhecido e adaptado por Marciel Vieira


sábado, 28 de dezembro de 2013

Aluguel - Dormindo com o inimigo


É muito comum falarmos do custo do aluguel, a grande maioria vai falar que o aluguel come contigo na mesa, mas quando se aluga um imóvel para morar se utiliza o salário mensal para compor essa despesa, já que o salário e o aluguel não tem variações, pelo menos dentro de um ano, depois tem as correções da inflação, etc. Mas quando vamos abrir um negócio, abrir uma empresa, na sua grande maioria utilizamos a emoção e muito pouco a razão. Se fala nas rodas de amigos das oportunidades de abrir um negócio, de ser empreendedor, dono de um negócio, mas não aprofundamos nessas condições. Costumo falar que o comércio é uma condição injusta, pois tem as suas despesas fixas e suas vendas variáveis, porquê falo isso? Existe franquias e consultorias que respondem a respeito do que representa o aluguel em um negócio, outros falam que tem que se preocupar com as  vendas, pois são elas que pagam as despesas, o que não deixa de ser uma verdade, mas se elas não acontecem como se espera? ou como deveria ser? Pois bem, pra tirar dúvidas e conduzir para um caminho mais correto, utiliza-se percentuais sobre a venda, a partir do valor do aluguel, que no meu ponto de vista é o mais correto. Vamos lá: Imagine você alugando um imóvel (não importa nesse cálculo aonde seja) no valor de R$ 5.000,00, considerando um média entre franquias e consultorias, esse valor de aluguel não poderia representar mais do que 10% com relação a venda mensal, ou seja, a venda considerando esse valor de aluguel, deverá ser no mínimo R$ 50.000,00. A vendas dos seus produtos suportam essa meta? Dividindo esse valor pelo mix de produtos que quer oferecer é possível chegar a essa venda ou melhor superar? Considerando esses fatores, já partindo do princípio que o aluguel é apenas um dos custos fixos de uma empresa, pois além disso, terá impostos, telefone, internet, condomínio, salários, etc...Quanto realmente deverá ser sua venda? Quando discutimos porquê uma empresa fecha, a primeira resposta que vem a cabeça é a falta de controle, de gestão. De certa forma o pensamento está correto, pois lá atrás deveria ter feito um Plano de Negócio para ter pelo menos um rascunho do que poderia acontecer com relação VENDA X PONTO X DESPESA, o que normalmente não acontece. Quando ouvir falar sobre capital de giro, esqueça por completo essa condição, pois se calçar a empresa nessa condição em muito pouco tempo estará falido. Capital de giro é para considerar como uma eventualidade e não como a Porta da Esperança, isso não existe, apesar da cultura a respeito dessa condição, esqueça, considere as condições primárias do negócio. E a melhor delas é elaborar um bom Plano de Negócio, pois não tem capital de giro, poupança, empréstimos, família, amigos que suporte um condição desfavorável por muito tempo, é uma bola de neve que não tem fim e te leva para o buraco e quem tiver agarrado contigo. O aluguel vem independentemente de se vender ou não, o dono do imóvel não quer saber se você tá gripado ou se tá chovendo, no fim do mês ele quer o dele. Para que essa condição, não seja o seu maior pesadelo, e que os seus sonhos não se tornem uma tragédia, pense bem, avalie, faça cálculos, projeções, consulte, tire dúvidas, pesquise, esqueça tendências, faça aquilo que tem intimidade, que goste, que tenha facilidade, não dependa de funcionários ou profissionais para tocar o seu negócio, pense grande, mas comece pequeno, só assim, apesar de todas as dificuldade, terá grande chances de seguir em frente. Espero ter ajudado.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Relação Custo-Benefício.



relação custo-beneficio ou RCB (em inglêsbenefit-cost ratio ou BCR) é um indicador que relaciona os benefícios de um projeto ou proposta, expressos em termos monetários, e o seus custos, também expressos em termos monetários. Tanto os benefícios como os custos devem ser expressos em valores presentes. Fonte:  Wikipédia, a enciclopédia livre. Agora te pergunto as pessoas sabem disso, já ouviram falar, praticam ou só cobram o benefício? Pois bem, todas as empresas, pelo menos na teoria buscam oferecer o melhor produto ou melhor serviço e até os dois juntos, mas a lógica, demonstra que quanto melhor o produto for, mas caro ele irá custar, devido mão de obra, matéria prima, distribuição, etc...Mas a todo momento confrontamos com pessoas que parecem não entender essa relação ou esperam levar vantagem. A relação custo-benefício é a demostração daquilo que está levando pra casa e quanto isso custou, simples assim. Um grande ator custa caro, um grande jogador de futebol custa caro, um serviço de qualidade custa caro, um produto de qualidade custa caro, muito superior aos produtos de segunda linha, parece óbvio? mas não é, a grande maioria das pessoas busca um relação desequilibrada, onde a qualidade é muito superior ao preço ou custo e isso não existe. Quanto melhor for, mas caro será. Outro dia em um supermercado, vi uma senhora reclamando do preço do tomate. Podemos sinalizar alguns pontos: Ela sabe quanto custa produzir um tomate? aquele tomate pode ser comparado com os demais? aquele tomate é confiável? por algum momento ela refletiu a respeito do produtor, sobre o trabalho que ele teve para colocar aquele tomate disponível para que ela pudesse comprar? É claro que não, o pensamento é simplesmente, tá caro. Somos assim mesmo, puxamos a sardinha para nossa brasa. O esforço das empresas de serem hoje ecologicamente corretas passa a ser um grande desafio para se tornar competitivas em um mercado que chega a utilizar serviço escravo para ter um custo menor, fora as outras condições danosas a sociedade que também são utilizadas. Agora eu te pergunto, o cliente está se importando com isso ou apenas com o preço a pagar? Alguns especialista apostam que esse é um caminho sem volta, o consumidor moderno irá valorizar empresas social-ambiental corretas e darão a sua resposta no caixa, mas será mesmo? essa opinião não está muito à frente do nosso tempo, onde um país como o nosso ainda tem muitos problemas com a sua consciência, com o respeito, com a cidadania, com os idosos, com as crianças? temos essa certeza? Hoje, ser social-ecologicamente correto custa muito, se é uma visão do futuro, teremos que pagar para ver. Será que o estaremos para atender esse consumidor do futuro ou vamos nos virando do jeito que tá para ver o jeito que fica. Espero ter ajudado.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Cinco maiores arrependimentos antes de morrer.

Você já se arrependeu na sua vida? Todos nós somos capazes de fazer ou deixar de fazer, e as vezes vem o arrependimento. Já pensou quais são os principais arrependimentos? Assista o vídeo, com certeza, você conseguirá se enxergar nesses depoimentos. Vale assistir e refletir, não espere estar no leito de morte para se arrepender, pode ser tarde demais. Se for o caso, se arrependa, peça desculpas, demonstre os seus sentimentos, lembre-se que só se vive uma vez, importante buscar o estado de espírito para que possa se tornar uma pessoa melhor e feliz, é absoluto que não poderá fazer tudo, faça então, tudo o que puder.




domingo, 20 de janeiro de 2013

Se dinheiro não existisse?

Dias atrás estava pensando a respeito do que uma pessoa na sua fase de crescimento e de amadurecimento pensa em fazer o quê da vida. Sabemos que se não estiver numa ilha, o dinheiro se faz necessário. E porquê escolhemos profissões que historicamente sempre foi uma atividade estressante e mal remunerada? Vem logo o pensamento que é a vocação. Assumimos que essas tais vocações, tende a dar estabilidade e uma condição futura de uma aposentadoria tranquila. Do outro lado, vivemos aquela vidinha do habitual, da rotina, pensando nas sexta-feiras, nas férias e o fim de ano, quando falamos na quantidade, esquecemos a qualidade, mas vale viver eternamente do que viver intensamente. Reclamamos do dinheiro, como ele nunca fosse suficiente, quanto mais tem, mais falta ele faz, veja o filme abaixo e faça as suas conclusões.





quarta-feira, 31 de outubro de 2012

SONHOS- O QUE VOCÊ QUER SER QUANDO CRESCER



Constantemente buscamos estas respostas, o problema é que quase sempre nos colocamos como crianças indefesas, transferindo ao mundo a responsabilidade por nossas conquistas ou pela inercia de nossas vidas.

Este vídeo mostra exatamente isso, o resumo de uma história que ainda não acabou. De uma criança " pobre" que começou do zero, que foi conquistando seu espaço aos poucos. EXPERIMENTANDO, FAZENDO, APRENDENDO. Um empreendedor de sucesso que vem conquistando seus proprios sonhos, desenhando seus proprios MOTIVOS para uma vida digna de ser contada.

Deivison Pedroza, autor deste vídeo, presidente da VERDE GHAIA e do Instituto Oksigeno, apresenta aqui atores reais, pessoas reais, e o resumo de uma história real que ainda não acabou.
Para quem encontra-se hoje, DESMOTIVADO, DESNORTEADO e INSEGURO com sua vida, assista este vídeo e mude seu destino.

Fonte:  http://www.deivisonpedroza.com.br

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Aprenda a ter compromisso, simples assim.


Nada é tão belo como a vida, aprenda a conviver e relacionar-se. A vida se propaga pela diferença entre as pessoas e o aprendizado que essas diferenças proporcionam. É muito comum ouvirmos dizer que a vida não é justa e que existe o certo e o errado, só que na prática, no dia a dia, existe muito as trocas de valores e cabe a nós sabermos diferenciar e tratarmos da melhor forma possível. A vida é feita de escolhas, razão, emoção e seus conflitos, talvez o grande sucesso seja aliar esses sentimentos para que as decisões sejam equilibradas, mas como fazer isso? Alguns especialistas dizem que competência é mais transpiração do que inspiração, mais trabalho do que sonhos, mais conhecimento e preparação do que sorte, então vamos trabalhar.Queremos que a vida seja boa, de preferência muito boa, mas o quê fazemos para isso? Queremos ficar magros, bonitos, ricos ou um bom emprego, mas o que fazemos para ter isso? Temos compromisso? Os objetivos são traçados? As metas são colocadas num plano de ação? Quando falamos de compromisso sempre cobramos isso dos outros, em momento nenhum de nós mesmos. Ao longo dos tempos percebo que existe mais cobrança dos direitos do que das obrigações. Deputados, Senadores, Prefeitos e demais parlamentares, parecem seres extraterrestres, alienígenas que assumiram o poder e as decisões do pais. Em nenhum momento saíram do próprio povo que os condenam. Até parece que todos eles fossem trocados por outros, os problemas seriam resolvidos, pelo que a gente ver seria trocar 6 por meia dúzia. O compromisso de uma empresa é o principal pilar de sustentação. Mas importante que qualquer outro, não adianta ter qualidade e não ter compromisso. O que observo é que cobramos demais e fazemos de menos. Marcar um horário, uma entrega, um serviço e não cumprir, é jogar na lama, a sua principal ferramenta de trabalho, a imagem. Imagem essa que leva anos para conseguir e em pouco tempo pode se desfazer, pela falta de compromisso. "Prefiro perder o serviço do que o cliente" dito por aquele que tem compromisso, assume apenas o que tem competência para fazer. Tem alguns casos de empresa que marca uma reunião às 8:03hs, e alguns desavisados perguntam: "Mas que horário é esse? porque não marcou logo às 8:00hs?" mas isso é para separar o joio do trigo. Contratos são firmados com cláusulas de multas sobre atrasos, sabe porque? Falta de compromisso. Parece ser simples, tratar o próximo da mesma forma que gostaria de ser tratado, é assim? No passado era no fio do bigode, no aperto de mão, agora temos que formular contratos com dezenas de folhas para que as partes possam se garantir, caso o compromisso seja quebrado. Quando acorda todos os dias tem vários compromissos, escola, trabalho, serviço, estudo, etc...muitos deles, se não fizer, não recebe. Já viu padaria sem pão? açougue sem carne, bar sem bebida? pois é muito comum, muito das vezes motivado pelo terceiro, aquele que deveria entregar, em fazer, em chegar no horário e não o fez. Marcou? A missa se espera na igreja. Espero ter ajudado.